Transparência é essencial na administração pública

0
41
Augusto Viana, presidente do CRECISP, Marilene Mariottoni, corretora e 4ª Vice Presidente da APM e Carlos Cruz, Presidente da APM

Um dos principais problemas enfrentados pelo chefe do executivo é a demonstração de seriedade e credibilidade em seus atos.
Nas locações imobiliárias e desapropriações de imóveis, por exemplo, a administração pública encontra dificuldades em dar transparência às suas medidas, por, muitas vezes, não dispor de documentos que atestem a lisura desses atos.
Ciente dessa realidade, o Conselho Regional de Corretores de Imóveis – CRECISP – tem elaborado avaliações de propriedades imobiliárias de interesse público, por meio dos PTAMs – Pareceres Técnicos de Avaliação Mercadológica – que contam com alta credibilidade
e já se consolidaram junto ao Poder Judiciário e aos órgãos de controle externo, como Ministério Público Estadual e Federal e o Tribunal de Contas Municipal e Estadual.
A avaliação imobiliária é tarefa que requer seriedade e competência, e a constante atualização tecnológica, adquirida com a experiência diária, e que pode levar à precisão nos valores avaliados, fundamental para um bom negócio.
Graças a acordos como os assinados com o Tribunal de Justiça e o Tribunal Regional do Trabalho, por exemplo, o CRECISP disponibiliza avaliações imobiliárias de caráter
extremamente técnico, feitas voluntariamente por profissionais devidamente capacitados para tal. Com isso, as pendências judiciais ganham consistência, confirmando a responsabilidade do corretor de imóveis na determinação do valor comercial das propriedades. Transparência é essencial na administração pública Atualmente, o CRECISP já estende esse serviço a diversos órgãos públicos paulistas, como Ministério Público, Assembleia Legislativa, Conselhos Regionais de Contabilidade, Educação Física e Medicina Veterinária; Defensoria Pública; Superintendência do Patrimônio da União; Tribunal de
Contas do Estado e Tribunal de Graças a ações sistemáticas de divulgação e à excelência dos serviços prestados pelos profissionais, as instituições públicas e prefeituras vêm reconhecendo, cada vez mais, a importância de uma avaliação mercadológica ser realizada
por um corretor de imóveis.
Dessa forma, o Conselho visitou a Associação Paulista de Municípios para propor que um acordo semelhante fosse disponibilizado a todas as cidades de São Pauo. O presidente
do CRECISP, José Augusto Viana Neto, conversou com o presidente da APM, Carlos Alberto Cruz Filho, e com a vice-presidente, Marilene Mariottoni, explicando as vantagens que podem obter os municípios conveniados.
Contas do Município; Tribunal de Justiça; Tribunal Regional do Trabalho; Tribunal Regional Eleitoral; Universidade de São Paulo e Ministério Público Federal.
Os municípios também ganharam destaque especial, firmando acordos de cooperação com o Conselho, as prefeituras de: Araçariguama, Araçatuba, Avaré, Barueri, Birigui, Boituva, Carapicuíba, Cotia, Dracena Guarulhos, Ilha Comprida, Itapevi, Itatinga, Jandira,
Jaguariúna, Osasco, Piracicaba, Pirapora do Bom Jesus, Registro, Ribeirão Pires, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santana do Parnaíba, Santos, São José dos Campos, Vargem
Grande Paulista e Vinhedo.
O processo de avaliação imobiliária tem início a partir da assinatura de um termo de cooperação entre o Conselho e o órgão solicitante.
Os corretores de imóveis emitem um Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica (PTAM), embasado em dados técnicos, de acordo com a área do imóvel, a localidade e os elementos comparativos disponíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.