Conheça os vencedores do Prêmio Band Cidades Excelentes do Estado de São Paulo

0
353

Iniciativa do Grupo Bandeirantes e do Instituto Aquila reconheceu as melhores gestões públicas municipais

O Prêmio Band Cidades Excelentes anunciou os vencedores do estado de São Paulo no dia 20 de outubro, em um evento na sede do Grupo Bandeirantes em São Paulo. A premiação, apresentada pelos jornalistas Lana Canepa e Marco Antonio Sabino, foi transmitida ao vivo no canal da emissora no YouTube também no último domingo, na Band São Paulo.
A Associação Paulista de Municípios (APM) é parceira do evento e foi representada na cerimônia pelo seu presidente Fred Guidoni, que enalteceu a competição de alto nível. “Através do incentivo e criação deste prêmio, o Grupo Bandeirantes e o Instituto Aquila puderam potencializar a gestão pública. A Associação Paulista de Municípios não poderia deixar de apoiar esta iniciativa e esperamos que as cidades que não apresentaram seus projetos o façam para que no próximo ano possam ser agraciadas com este prêmio tão importante que, no final das contas, eleva a qualidade de vida em nosso estado”.
O encontro contou também com a presença de João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes de Comunicação; Raimundo Godoy, presidente executivo do Instituto Aquila; Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional do estado de São Paulo; Cleber Mata, secretário estadual de Comunicação; Itamar Borges, secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo e mais de 30 prefeitos.
“Isso aqui é um sonho antigo. Esse projeto começou há mais de uma década com a ideia de premiar o gestor público, esse abnegado ser humano, político profissional, que eu prezo muito. Sou neto de político. Meu avô entregou sua vida ao estado de São Paulo, sendo governador três vezes e prefeito. Eu acompanhei sua luta para transformar São Paulo em um país e sei que ele conseguiu deixar as bases para o estado ser essa potência que é hoje”, discursou João Carlos Saad.
“Há 13 anos, chamei o Raimundo Godoy, presidente do Instituto Aquila, e convidei os prefeitos eleitos das capitais para um almoço onde colocamos a ideia de fazer esse prêmio que seria o Oscar da Gestão Pública. Tivemos que organizar e padronizar os planos de contas das prefeituras para poder compará-las. Depois de muito esforço, o projeto saiu do papel e vem sendo testado há quatro anos. Esse material é de uma riqueza ímpar porque com ele você consegue enxergar a situação de cada município. As autoridades podem usar a ferramenta a qualquer momento para descobrir em qual área precisam investir mais, por exemplo. Apoiar as boas ideias será uma tradição do Grupo Bandeirantes porque todo o conhecimento é fruto de aprendizado”, destacou.
A iniciativa do Grupo Bandeirantes de Comunicação e do Instituto Aquila tem como objetivo reconhecer, fomentar e incentivar a prática da gestão pública para melhorar a realidade dos 5.570 municípios brasileiros. O instrumento empregado na avaliação é o Índice de Gestão Municipal Aquila (IGMA), que utiliza conceitos de big data e reúne as informações públicas mais atualizadas de todas as cidades do país. Essa plataforma é estruturada com base em Inteligência Artificial, que a partir de um algoritmo, consolida resultados de indicadores em uma única nota final. “Depois de muita pesquisa, descobrimos que a excelência vem do setor público e o setor privado acompanha. A partir daí, decidimos levar os esforços para todas as cidades e, depois de 13 anos, conseguimos entregar um produto simples e funcional para ser utilizado por qualquer pessoa. Nosso legado é fornecer dados a todos os municípios brasileiros sem nenhum tipo de manipulação. O sucesso e o fracasso são temporários, mas o trabalho é contínuo, por isso continuaremos pesquisando para trazer novidades ano após ano”, enfatizou Godoy.
Representando o governador João Doria no evento, Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional do estado de São Paulo, elogiou a iniciativa. “O trabalho do Grupo Bandeirantes, representado nesta premiação, cumpre um papel fundamental dentro da nossa sociedade. É uma ferramenta para que os municípios possam se aperfeiçoar cada vez mais, aprender um com o outro, replicar práticas bem-sucedidas e melhorar a vida da população. O prêmio traz o sucesso na gestão pública, mas também encoraja todos os gestores do estado de São Paulo a perseguirem a melhoria dentro da sua prefeitura”.
Todos os municípios, inscritos automaticamente, foram agrupados em três categorias de acordo com o porte da população local. Três cidades de cada categoria ocuparam o ranking em cada um dos cinco pilares de avaliação, mas apenas uma levou o prêmio:

 Infraestrutura e Mobilidade Urbana

  • Acima de 100 mil habitantes: Americana (nota: 79,61)
  • Entre 30 e 100 mil habitantes: Jales (nota: 79,63)
  • Menor que 30 mil habitantes: Pontes Gestal (nota: 86,13)

 Saúde e Bem-Estar

  • Acima de 100 mil habitantes: Franco da Rocha (nota: 63,90)
  • Entre 30 e 100 mil habitantes: Amparo (nota: 76,42)
  • Menor que 30 mil habitantes: Santana da Ponte Pensa (nota: 81,04)

Eficiência Fiscal e Transparência

  • Acima de 10 mil habitantes: Santana de Parnaíba (nota: 90,54)
  • Entre 30 e 100 mil habitantes: Ilhabela (nota: 90,76)
  • Menor que 30 mil habitantes: Bady Bassitt (nota: 89,86)

Desenvolvimento Socioeconômico e Ordem Pública

  • Acima de 100 mil habitantes: Indaiatuba (nota: 82,44)
  • Entre 30 e 100 mil habitantes: Cerquilho (nota: 85,16)
  • Menor que 30 mil habitantes: Turmalina (nota: 93,73)

 Educação

  • Acima de 100 mil habitantes: Indaiatuba (nota: 90,62)
  • Entre 30 e 100 mil habitantes: Cerquilho (nota: 92,05)
  • Menor que 30 mil habitantes: Cruzália (nota: 91,91)

Além das premiações nos cinco pilares, o Prêmio Band Cidade Excelentes destacou a cidade de São Bernardo do Campo, que enviou 30 projetos inovadores para avaliação.

Prêmio principal (IGMA)
Para uma cidade ser considerada excelente, ela precisa ter um equilíbrio entre todos os pilares apresentados. Por isso, além dos ganhadores mencionados acima, houve ainda uma premiação principal aos três municípios que tiveram um conjunto de iniciativas mais interessantes dentro do seu grupo populacional. Indaiatuba venceu na categoria acima de 100 mil habitantes, com 77,52 pontos; Fernandópolis foi a campeã na categoria entre 30 e 100 mil, somando 75,14 pontos; e Nuporanga faturou o prêmio na categoria menor que 30 mil, contabilizando 77,75 pontos.
No mês de novembro, a etapa nacional da premiação será realizada em Brasília (DF). O evento irá eleger as três melhores cidades do país em cada pilar considerando o grupo populacional filtrado na fase estadual. Ao todo, 18 vencedores receberão o troféu.
A empresa Garimpo Soluções avaliou os projetos qualitativos enviados pelos municípios. O prêmio conta ainda com auditoria externa feita pela empresa BDO Brazil.


Sobre o Prêmio

O Prêmio Band Cidades Excelentes é uma iniciativa do Grupo Bandeirantes de Comunicação e do Instituto Aquila para agradecer e incentivar uma boa gestão e projetos que tenham como objetivo melhorar a vida das pessoas. A metodologia utilizada está detalhada no livro “Cidades Excelentes: Gestão que transforma a realidade dos municípios brasileiros”, publicado pela Escola de Gestão Aquila em 2021 e disponível no site www.cidadesexcelentes.com.br.