Carlinhos Brown e APM vão levar educação ambiental às crianças

0
433
Presidente Carlos cruz e Carlinhos Brown, durante assinatura do convênio
Presidente Carlos cruz e Carlinhos Brown, durante assinatura do convênio

A Associação Paulista de Municípios firmou convênio de parceria e cooperação técnica com o cantor e mobilizador social Carlinhos Brown para difundir junto aos municípios o primeiro programa de educação ambiental infantil na forma de livros paradidáticos para crianças, criado pela ong do artista. “É um trabalho muito bonito para envolver as crianças”, resume o presidente da APM, Carlos Cruz, que esteve com Carlinhos Brown para a assinatura formal de convênio, em Salvador. “Apresento aos prefeitos este trabalho para estar em todas as salas de aula do Brasil, mostrando a importância da sustentabilidade”, disse Brown, que tem uma longa experiência prática na conscientização.
Com o convênio, o objetivo é realizar ações conjuntas para a difusão da educação ambiental infantil no âmbito municipal, utilizando a série de pertencimento ambiental infantil de Carlinhos Brown, a partir da crianção, gestão e direção artística da turma dos personagens Paxuá e Paramim, indiozinhos que protagonizam cartilhas de educação ambiental para crianças.
O presidente Carlos Cruz explica que a APM irá disponibilizar espaço físico, nos eventos, congressos e atividades da entidade para a divulgação do trabalho. “Fiquei impressionado com o trabalho, porque motiva e ensina as crianças”, disse Cruz. “Através delas, a transformação acontece, porque é ensinando desde cedo para ter bons resultados”, completou.
Mas o que tem a ver o artista Carlinhos Brown, que nos últimos anos é jurado permanente no programa de TV “Tha Voice Brasil”? Ele mesmo explica: “Nasci no bairro do Candeal Pequeno, em Salvador, Bahia, uma comunidade sem saneamento nem consciência de pertencimento ambiental. Foi isso que me deu oportunidade de lutar pela comunidade e hoje meu amado Candeal aprende ensinando as novas gerações o impacto positivo de sentir pertencente ao meio ambiente e dele cuidar”.
Ele explica que “motivado por este aprendizado que foi a transformação de meu bairro, criei dois personagens índios, Paxuá e Paramim e uma grande turma em desenhos para ensinar as crianças no conhecimento do uso correto dos elementos, cuidados com redes elétricas, uso consciente de energia, enfim acredito que a verdadeira mudança do mundo, para acontecer tem que começar pelas crianças”.

Questões sociais marcam a carreira do artista

A sustentabilidade ambiental é uma etapa relativamente nova na vida de Carlinhos Brown, que teve uma infância pobre em recursos financeiros. Mas a música sempre o aproximou das questões sociais, que o levou a criar vários projetos, programas e grupos musicais que modificam a vida de crianças e jovens carentes de Salvador. Através das mãos de Brown, já foram formados mais de 5.000 percussionistas que hoje se destacam tocando pelo Brasil e pelo mundo.
Alguns em carreira solo, outros acompanhando grandes nomes da música mundial, como o grupo americano Stomp.


Por Flávio Lamas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.