Prefeitos, vereadores, deputados, secretários de Estado, presidente do TCESP, governador Geraldo Alckmin: posse da nova diretoria da APM, no palácio dos Bandeirantes, reitera a força do municipalismo no Estado

0
3256
Carlos Cruz – Presidente

A nova diretoria da Associação Paulista de Municípios (APM) tomou posse nesta terça-feira, 14.
A solenidade, que pela primeira vez em 61 anos teve lugar no palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, contou com a presença de mil pessoas.
Mais de 100 prefeitos vieram a São Paulo prestigiar a nova diretoria da instituição. Além deles, vereadores, autoridades, secretários de estado, deputados, o governador Geraldo Alckmin, o ex e o atual presidente do Tribunal de Contas do Estado, Dimas Ramalho e Sidney Beraldo, o presidente da Assembléia, deputado Fernando Capez.
Na gestão “Unidade e Harmonia”, eleita em dezembro, estará à frente da entidade o ex-vereador e ex-vice prefeito de Campinas, Carlos Cruz. Marcelo Barbieri, ex-prefeito de Araraquara, assume a vice-presidência e Arquevique Antonio Nholla (Vick) a presidência do Conselho Deliberativo.
A APM é uma entidade civil que representa 645 municípios do Estado de São Paulo. Com o objetivo de defender o ideal municipalista e ajudar as prefeituras a praticarem uma gestão transparente e eficaz, a instituição participa de movimentos estaduais e nacionais na defesa dos interesses municipais.
Um exemplo foi a luta da entidade no ano passado em defesa dos municípios na questão da repatriação de recursos e o repasse devido pela União às prefeituras.
Para este ano, a APM planejou ações e eventos para auxiliar os gestores municipais em suas administrações, como a criação da Escola APM de Gestão Pública e a realização do 61º Congresso Paulista de Municípios, em abril, e do 15º Congresso Brasileiro de Tecnologia da Informação para os Municípios (CBTIM) no segundo semestre.
Na sua fala, Carlos Cruz falou sobre a expressiva presença de lideranças. Em nome do deputado Campos Machado, presidente estadual do PTB, e de Pedro Tobias, do PSDB, agradeceu a presença de todos os parlamentares.

O presidente também agradeceu a presença da senhora Alaíde Quércia, esposa do ex-governador Orestes Quércia – foi um dos pilares do crescimento da APM. Também ressaltou a importância  do presidente Marcos Monti , e agradeçeu a presença de Hugo Lembeck, que em nome da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) representou o presidente da instituição, Paulo Ziulkoski, do deputado Celso Giglio e dois grandes ex-presidentes da APM: Lincoln  Magalhães e Wilson José.

Da sociedade civil, Carlos Cruz ressaltou e agradeceu o senhor Benedito Ballouki, da Ordem Maçônica, bem como a senhora Dalva Cristofoletti, em nome de quem enalteceu o papel das mulheres, em especial à Lurdinha Cruz, sua esposa.
Falando ao governador Geraldo Alckmin, o presidente da APM lembrou de uma passagem envolvendo o ex-governador Tancredo Neves.
Após renunciar ao governo de Minas Gerais, para liderar a grande campanha pela redemocratização, em 1984, na qual seria eleito o primeiro presidente civil após o período militar, Tancredo viajou a São Paulo para participar, na Câmara Municipal,  de um ato público organizado pela União dos Vereadores de São Paulo, Uvesp.

 

“Ali ele nos deu a regua e o compasso, as diretrizes para que pudéssemos enfrentar os grandes desafios do país”,

discursou Carlos Cruz.

“Ele buscou os gestores locais por entender a importância dessas lideranças”.

 

Geraldo Alckimin, Governador do Estado de São Paulo

Autoridades na Solenidade de Posse da nova Diretoria da APM

Carlos Cruz, presidente da APM

Ao governador Alckmin, Carlos Cruz ressaltou que a APM manterá a disciplina na batalha para ajudá-lo a superar os grandes desafios dos municípios do Estado e do país.
Alckmin, que foi vereador e prefeito de Pindamonhangaba, lembrou que o século 21 é o século das cidades, assim como o 19 foi o século dos impérios e o 20 o dos países.

“É nos municípios que sentimos com mais intensidade a reais prioridades da população”, disse o governador, lembrando que a posse da APM estava recebendo representantes de estados como Ceará, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Goiás, Bahia, Santa Catarina e Pernambuco.

 

Hugo Lembeck, presidente em exercício da CNM

João Buzzo, ex-prefeito de Mendonça e Tesoureiro Geral da APM, ,Jurandir Barbosa de Morais, ex-prefeito de Nova Aliança e membro do conselho deliberativo da APM  e Carlos Cruz, presidente da APM

Sebastião Misiara, Presidente da UVESP e 1º Secretário Geral da APM e Manoel Kenji  Chikaoka, ex-vereador de Registro e membro do conselho Deliberativo da APM

 

“É sinal da força política e social desta instituição fundada em 1948”, disse o governador, que ressaltou duas prioridades na parceria Estado-municípios neste ano: a repatriação de recursos do exterior, visando minimizar os efeitos da queda de arrecadação, e ações conjuntas para melhorar a eficácia do atendimento à saúde.

Carlos Cruz, presidente da APM e Marcos Monti, ex-prefeito de São Manuel e ex-presidente da APM

Celso Giglio, Deputado Estadual e Fernando Capez, Presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo

Carlos Cruz, presidente da APM , Rodrigo Garcia, Sectretário de Estado da Habitação de São Paulo e Eugênio José Zuliani, ex-prefeito de Olímpia e 2º Vice-Presidente da APM

Confira os nomes que compõem a diretoria da APM (gestão 2017-2020)

Presidente: Carlos Alberto Cruz Filho
Vice-Prefeito e Vereador de Campinas (1997 a 2000 e 1983 a 1988)

1º Vice-Presidente: Marcelo Fortes Barbieri
Prefeito de Araraquara (2009 a 2012 e 2013 a 2016)

2º Vice-Presidente: Eugênio José Zuliani
Prefeito e Vereador de Olímpia (2009 a 2016 e 2001 a 2008)

3º Vice-Presidente: Silas Bortolosso
Prefeito de Osasco (1997 a 2000)

4º Vice-Presidente: Marilene Mariottoni
Vereadora de Mogi-Mirim (1989 a 2008)

Secretário Geral: Antonio Cesar Gontijo de Abreu
Vereador de Barretos (1992 a 1996)

1º Secretário: Sebastião Misiara
Vereador de Barretos (1972 a 1996)

2º Secretário: Dixon Ronan Carvalho
Prefeito de Paulínia (2017 a 2020)

3º Secretário: Daniela de Cássia Santos
Prefeita de Monteiro Lobato (2013 a 2016 e 2017 a 2020)

Tesoureiro Geral: João Emilio Buzzo
Prefeito de Mendonça (1989 a 1992 e 1997 a 2000)

1º Tesoureiro: Modesto Salviatto Filho
Prefeito e Vereador de Brotas (2017 a 2020 e 2001 a 2004 a 2016)

2º Tesoureiro: Marco Antônio Pereira da Rocha
Prefeito de Regente Feijó (2000 a 2008/2013 a 2016/2017 a 2020)

3º Tesoureiro: Paulo Sergio Alves
Vereador de Vera Cruz (1997 a 2000)

 CONSELHO FISCAL

José Luiz Rodrigues
Prefeito de Aparecida (2001 a 2008)

José Benedito de Oliveira
Prefeito de Espírito Santo do Pinhal (2013 a 2016)

Sigefredo Griso
Prefeito e Vice-Prefeito de Jaú (1989 a 1992 e 2013 a 2016)

COMISSÃO DE SINDICÂNCIA

Marco Antonio Citadini
Prefeito e Vice-Prefeito de Capão Bonito (2009 a 2016 e 2017 a 2020)

Oscar Gozzi
Prefeito de Tarumã (2017 a 2020)

Thiago de Moraes Ferrari
Vereador de Campinas (2009 a 2016)

CONSELHO CONSULTIVO

Presidente: Itamar Borges
Prefeito de Santa Fé do Sul (1993 a 1996 / 2001 a 2004 e 2005 a 2008)

Vice-Presidente: Walter Caveanha
Prefeito de Mogi Guaçu (1977 a 1982 / 1989 a 1992 / 1997 a 2000 / 2013 a 2016 e 2017 a 2020)

Secretário: Marco Ernane Hyssa Luiz
Prefeito de Altinópolis (2009 a 2016)

CONSELHO DELIBERATIVO

Presidente: Aquevirque Antonio Nholla
Vice-Prefeito e Vereador de São João da Boa Vista (1993 a 1996 / 1983 a 1992 e 2017 a 2020)

Vice-Presidente: Frederico Guidoni Scaranello
Prefeito de Campos do Jordão (2013 a 2016 e 2017 a 2020)

Secretário: Luiz Souto Madureira
Vice-Prefeito de Tietê (1988 a 1992)

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, escreva seu comentário!
Digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.